31.8.04

Saudades do Euro

Agora que o Verão estás prestes a despedir-se assola-me uma tristeza, assalta-me uma certa nostalgia. Tenho saudades do Euro e de ver esperança nos olhos e entusiasmo nos rostos. Portugueses alegres e bem dispostos. É tão raro. É que os tempos, de caras, não estão p´ra festas. Apetece-me ouvir José Mário Branco. Porque será? Será do Outono que se anuncia?

1-0,golo de Cristiano Ronaldo no Portugal-Holanda (meia-final do Euro 2004)

Comments:
À propósito da maratona das Olimpíadas, na qual um brasileiro foi impedido de melhor se classificar no ranking das medalhas (ou não), porém se consagrando pela sua atitude de resignação cristã, Zuenir Ventura , articulista do jornal O Globo, lembrou-nos do barão de Coubertin, quem disse que "a primeira característica dos jogos olímpicos modernos é ser uma religião". Disse ainda que, para quem acreditava que o esporte tem o poder de redenção e seria uma espécie de humanismo do corpo capaz de promover a paz, Coubertin achou um seguidor. Aliás, dois.
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?