31.8.04

Saudades do Euro

Agora que o Verão estás prestes a despedir-se assola-me uma tristeza, assalta-me uma certa nostalgia. Tenho saudades do Euro e de ver esperança nos olhos e entusiasmo nos rostos. Portugueses alegres e bem dispostos. É tão raro. É que os tempos, de caras, não estão p´ra festas. Apetece-me ouvir José Mário Branco. Porque será? Será do Outono que se anuncia?

1-0,golo de Cristiano Ronaldo no Portugal-Holanda (meia-final do Euro 2004)

29.8.04

Etimologia

A coisa ganha ainda mais forma!
Etimologia: do Lat. etymologia - Gr. etymología; s. f., parte da gramática que trata da origem e formação das palavras.
De ITÁLIA, Trecase, Napoli:
...vamos voltar à palavra "cocci" (ou seja, plural de "coccio". Nesta noite, só para dissertar vamos à etimologia do termo. Ora bem...lá nas primeiras duas páginas do livrinho* há uma explicação do nosso amigo Mino Tridente (prof. de Psiquiatria da Faculdade de Medicina e arte e de filosofia). De facto, "coccio" era na antiguidade uma pedra partida a meio que dois camaradas, dois companheiros, um casal ou seja quem for dividia em sinal de amizade, fidelidade...e sei lá. Isto é o "coccio" do qual fala a gente.

*Nota do editor- o livrinho é o livro de poesia denominado "Cocci", de Francesco Giugliano, e as duas páginas são a Presentazione, da qual cito: ..."e così, ancora, fenomenologicamente, la parola "coccio" si è fatta avanti (...) combinandosi, nell´imediatezza delle libere associazoni, con l´etimo di quel symbolon, (coccio do pietra), che per gli antichi greci diveniva il segnale di ricongiungimento e riunificazione fra coloro che possedevano i due frammenti spartiti all´atto di una separazione"...


SPORTING, 3 - Gil Vicente, 2

O Sporting Clube de Portugal começou o campeonato com uma vitória. O resultado é enganador pois não demonstra o claro domínio leonino durante todo o jogo. Mas os 3 pontos são o que fica para a história e para a estatística. Em complemento do post anterior sobre o SCP, vejo-me obrigado a corrigir. Afinal não são apenas 3 mas 4 os atletas do Sporting medalhados nas Olimpíadas. Para além de Rui Silva, Francis Obikwelu e Yuriy Bilonog, também Ionela Tirlea-Manolache, da Roménia, obteve a medalha de prata nos 400 m barreiras. É invulgar um clube, e português, ter assim um conjunto de atletas de nível mundial. O que é um motivo de grande orgulho. Para todos.
"esforço, dedicação, devoção e glória"

28.8.04

O leão anda à solta na rua

Os outros que me perdoem mas o Sporting é fundamental. Hoje, mais à noite, renovamos a esperança para a época de 2004/2005. Uma equipa e uns adeptos fantásticos. Nos Jogos Olímpicos de Atenas já mostrámos as garras: Rui Silva, medalha de bronze nos 1500 metros e Francis Obikwelu, medalha de prata nos 100 metros com recorde nacional por duas vezes. Estes por Portugal. E Yuriy Bilonog, da Ucrania, medalha de ouro no lançamento do peso.
"esforço, dedicação, devoção e glória"

27.8.04

Equação:

a alegria está no balançar do corpo
como a tristeza fica nos olhares;
o sol bate nas estradas
como o cansaço nas pernas;
elegância e carinhos
estão nas gerações das latas
caídas pelos morros...
...e as garotas de Ipanema
continuam a chorar
pelo ventre.
É por isso
que nem sempre gosto de matemática.

Francesco Giugliano
Rio de Janeiro, 8 de Dezembro de 2003


Ulisses

Helena ou Penélope?

A coisa ganha forma

De ITÁLIA, Trecase, Napoli:
Coccio singular - Cocci plural, dicionário de Carlo Parlagrego - o qual mais que um dicionário luso-italiano é brasileiro-italiano: aí­, de facto vi que a versão da palavra "coccio"é "caco". Enfim, "un coccio" é algo de uma pedra ou de barro ou de vidro etc. que se parte em fragmentos, em pedaços...etc.
Do BRASIL, Brasília, DF:
Cocci é uma moderníssima confecção de roupas brasileira. Também não sei o que quer dizer, mas relaciono com algo que está na vanguarda.



25.8.04

Natural o amor - o livro

O CHÃO É CAMA
O chão é cama para o amor urgente,
amor que não espera ir para a cama.
Sobre tapete ou duro piso, a gente
compõe de corpo e corpo a húmida trama.
E para repousar do amor, vamos à cama.
De "O amor natural"
Carlos Drummond de Andrade
(Editora Record, Rio de Janeiro-São Paulo)

24.8.04

Ele por Elas - o disco

1-Yolanda/Simone; 2-O meu amor/Elba Ramalho; 3-Folhetim/Gal Costa; 4-Terezinha/Maria Bethania; 5-A banda/Nara Leão; 6-Morro Dois Irmãos/Adriana Calcanhotto; 7-Morena de Angola/Rita Ribeiro; 8-Sob medida/Fafá de Belém; 9-Pedaço de mim/Zizi Possi; 10-Atrás da porta/Elis Regina; 11-Beatriz/Ana Carolina; 12-Eu te amo/Joanna; 13-Samba e amor/Bebel Gilberto; 14-Basta um dia/Helen Calaça


Aquilo, naquilo

Lisboa, capital do "Império"

Temores e desejos

" O homem é mortal por seus temores e imortal por seus desejos."
(Pitágoras)

Calçadão

"No mar estava escrita uma cidade"
Carlos Drummond de Andrade

I cocci

12 minutos e 40 segundos durou a nossa conversa ao telefone, com um fuso horário de diferença. Tentei, com a minha lógica intuitiva reduzir a palavra a um só, e simples, significado. Fragmentos? Estilhaços? Lascas? Ele falava-me sobre coisas pequenas, sem valor, mas que brilham quando o sol nelas reflecte, na areia da praia... e eu - seixos? Do outro lado a hesitação mas também o assentimento à medida que eu ia dando múltiplas traduções. E ele dizia-me que podia ser tudo. Admiro a sua liberdade, sobretudo poética. Afinal, COCCI é tudo o que a nossa imaginação pode fazer brilhar, como o sol nos cocci das nossas vidas. Tudo é mais do que aquilo que aparenta. Como a dedicatória, em 4 de Dezembro de 2003, num livro de poesia:
-Não há palavra
para explicar o que é
"amizade"

This page is powered by Blogger. Isn't yours?